+55 061 3223-0837 SÁBADO, 18 DE NOVEMBRO DE 2017
SIGA-NOS:

Mídia

Fique por dentro de todas novidades em nosso site...

Presidente da SBFFC fala sobre programa de certificação da entidade em Portugal

No dia 05/02, a presidente da SBFFC falou sobre o programa de certificação da SBFFC durante o encerramento da Escola de Inverno de Porto, promovida pelo instituto IdeHia, mais novo parceiro da entidade brasileira. Cinquenta e seis brasileiros, em sua maioria jovens, na faixa etária de 25 a 35 anos, concluíram o curso.

 

Carmen Íris Tolentino era também aluna, juntamente com o presidente da SBFFC Regional do Rio de Janeiro, Paulo Vicente. Os dois foram a Portugal selar o termo de cooperação entre a SBFC e o instituto IdeHia/Future 4U, que garantirá uma série de benefícios para os associados da sociedade, entre estes, 10% de desconto em todos os cursos promovidos pelo IdeHia.

 

Carmen Íris Tolentino falou aos participantes sobre o programa de certificação da SBFFC, criado para estimular o interesse dos farmacêuticos comunitários pela atualização e aprimoramento de seus conhecimentos. Os farmacêuticos filiados à SBFFC que cumprem as condições normatizadas pela entidade conquistam o direito de pleitear selos que, acumulados, lhes garantem os certificados bronze, prata e ouro. Apenas os farmacêuticos que obtêm a certificação ouro podem candidatar-se ao título de Farmacêutico com Qualidade Excelsior em Farmácia Comunitária, título científico de máximo valor emitido pela SBFFC.

A Escola de Inverno do IdeHia contou com mais de 20 palestrantes, entre os quais Carlos Maurício, bastonário da Ordem dos Farmacêuticos de Portugal, e Fernando Fernandez-Limos, professor auxiliar na Universidade de Lisboa. “Esta foi uma grande oportunidade para nós, das diretorias da SBFFC Nacional e SBFFC Regional do Rio de Janeiro, e também para outros colegas farmacêuticos brasileiros, que a partir de agora passarão a ter maior facilidade de acesso aos cursos promovidos pelas instituições portuguesas das quais a SBFC tornou-se parceira”, comentou Carmen Íris Tolentino.

Se os brasileiros voltam ao país com uma gama importante de novos conhecimentos na bagagem, eles também deixarão para trás um pouco da experiência acumulada no exercício da farmácia comunitária, que passa, no momento, por grandes transformações. Além de Carmen Íris Tolentino, o presidente da SBFFC Regional do Rio de Janeiro, Paulo Vicente, foi palestrante convidado do curso. Ele falou sobre "A Farmácia Comunitária no Brasil após a Lei nº 13.021/14 e as resoluções nº 585/13 e nº 586/13 sob a visão da SBFFC”. A forte presença nacional na Escola de Inverno de Porto não acontece por acaso. A iniciativa tem DNA verde e amarelo. A sua idealizadora é a farmacêutica carioca Ana Paula Almeida, diretora do Idehia, que reside em Portugal.

 

Com o tema Farmácia Clínica e Empreededorismo: Um Novo Paradigma, a Escola de Inverno de Porto teve como objetivo central proporcionar um intercâmbio científico e cultural entre farmacêuticos, favorecendo e estimulando o pensamento e a visão global da prática profissional. O curso englobou conteúdo teórico, além das visitas técnicas. O corpo docente foi formado por professores de diferentes universidades portuguesas, empresários e representantes de instituições da área farmacêutica.