+55 061 3223-0837 SÁBADO, 18 DE NOVEMBRO DE 2017
SIGA-NOS:

Mídia

Fique por dentro de todas novidades em nosso site...

SBFC empossa sua nova diretoria

A Sociedade Brasileira de Farmácia Comunitária (SBFC) comemorou o Dia do Farmacêutico de forma especial: em solenidade realizada na manhã desta quarta-feira, dia 20/01, a entidade empossou sua nova Diretoria

Na oportunidade, a entidade também abriu oficialmente as portas de sua nova sede, que passa a funcionar no 8º andar do Edifício Seguradoras (veja o endereço); e lançou os projetos de sua revista trimestral, SBFC em Revista, que começará a circular no mês de março, e de reestruturação do site, já em execução.

A solenidade foi também um momento para homenagear os profissionais e as instituições parceiras da SBFC. O presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Walter Jorge João, recebeu o título de Sócio Benemérito nº 1; ao ex-presidente e sócio-fundador da SBFC, Amilson Álvares, foi prestada uma láurea inédita na história da sociedade, a certificação de honra ao mérito, em reconhecimento ao desempenho em cargos, funções e atividades que se revelaram de grande relevância para a consecução das finalidades e objetivos da entidade; duas instituições parceiras – o Instituto Bulla e a Associação do Comércio Farmacêutico do Rio de Janeiro (Ascoferj) – também foram homenageadas.

Durante o seu discurso, a presidente da SBFC, Carmen Iris Tolentino, fez uma breve retrospectiva do trabalho realidade pela entidade, com ênfase para o Programa Excelência Farmacêutica, desenvolvido em parceria com o CFF. “Já capacitamos mais de mil farmacêuticos, estudantes de Farmácia e empresários na área de gestão e serviços.” Ela também falou das metas para o atual mandato. A prioridade será buscar uma maior aproximação com o associado. Como estratégia, pretende apostar na comunicação, com o lançamento da revista e a reformulação total do site.

Em nome da SBFC, Carmen Íris Tolentino fez questão de agradecer ao presidente do CFF, Walter Jorge João. “É um grande líder, um homem de caráter, um grande amigo e um profissional que, sem dúvida, nos representa.” Carmen Íris Tolentino destacou que a justa homenagem ao presidente do CFF está respaldada não só pelo apoio à entidade, mas pelo seu histórico de luta pela Farmácia Comunitária. “Ele é o responsável por grandes conquistas do nosso segmento. Liderou o movimento pela aprovação da Lei nº 13.021/14, que transformou farmácias e drogarias em estabelecimentos de saúde, e coordenou o processo de construção das resoluções que dispõem sobre as atribuições clínicas do farmacêutico e a prescrição farmacêutica.”

Walter Jorge João discursou em seguida. Ele disse que sempre contribuiu com a SBFC porque acredita nas lideranças que fazem parte da entidade e sabe que são profissionais dispostos a contribuir para o desenvolvimento da profissão, especialmente no âmbito da Farmácia Comunitária. Ele agradeceu pelo reconhecimento ao trabalho realizado em prol da aprovação da Lei 13.021/14 e das resoluções que dispõem sobre as atribuições clínicas e a prescrição farmacêutica.

“Foram conquistas que resultaram em uma maior valorização dos profissionais e no reconhecimento da farmácia e da drogaria como estabelecimento de saúde. Mas ainda há muito que fazer”, destacou. “Um dos desafios é fazer com que o farmacêutico apodere-se da autoridade técnica que seu conhecimento lhe confere. Em seu ambiente de trabalho, naquilo que envolve suas competências, ele é a autoridade máxima e deve se impor, exigindo o respeito devido. Na medida em que o fizer, auferirá ganhos, inclusive o financeiro. Uma boa remuneração não depende somente dos sindicatos e das entidades que os apoiam, entre elas, os conselhos. É também, papel de cada farmacêutico. ”

Ao entregar o certificado ao ex-presidente da SBFC, Amilson Álvares, a tesoureira Deborah Marques, traduziu o sentimento de todos os demais diretores da entidade: “Falar em SBFC, é falar em seu nome. Todos nós fomos conduzidos e somos motivados por você!” Considerado uma das personalidades mais importantes da história da SBFC, Amilson Álvares, lembrou que a entidade veio preencher uma grande lacuna. “Até 2009, o maior segmento de farmacêuticos do Brasil – são 120 mil profissionais em atuação hoje – não tinha uma entidade que os representasse.” O ex-diretor destacou que plantou a semente, ela germinou e que agora cabe aos novos representantes fazer com que a árvore dê frutos. “E eles virão, tenho certeza!”

O farmacêutico Cadri Saleh Ahmad Awad recebeu o certificado pelo Instituto Bulla, do qual é sócio-fundador. O presidente da Ascoferj, Luis Carlos Caspary Marins, não pode estar presente. Ao final da solenidade, a presidente da SBFC retomou a palavra para anunciar que a SBFC-RJ, em parceria com a SBFC Nacional e a Faculdade de Farmácia da Universidade Federal Fluminense (UFF-RJ), está delineando um estudo piloto de um diagnostico do panorama atual das farmácias comunitárias no estado.

O objetivo do levantamento é suprir as lacunas da falta de informações no campo científico sobre a situação dos serviços prestados no Brasil. Essa carência impossibilita elaborar estratégias integrais, para intervenção das práticas farmacêuticas, a fim de garantir a qualidade de seus processos e dos seus resultados em saúde. A iniciativa está sendo coordenada pelas farmacêuticas Selma Castilho, atualmente diretora da faculdade de farmácia da UFF; Deborah Marques, diretora da SBFC Nacional, e Liziene Arruda, diretora da SBFC-RJ. A nova gestão da SBFC Nacional pretende expandir este estudo piloto para os outros estados brasileiros, que possuam regionais da SBFC.